Resultado do ENEM saiu: e agora?

Ok, saiu o resultado do ENEM e sei a minha nota. Como escolher um curso?

Eis que chegou o resultado do ENEM e você não sabe bem o que fazer. Claro, o primeiro passo é se aventurar no mercado especulativo de notas. Você queria Engenharia Química, mas a nota anda permitindo só Química. Pensou em Direito, mas só tá rolando História. Ou pode ser que você não tem lá muita ideia do que quer mesmo, e daí? Ninguém é obrigado a saber o que vai fazer pro resto da vida antes dos trinta anos! Seja qual for a sua situação, eu tenho uma mensagem pra você.

Tudo pode acontecer! A verdade é que pouco se sabe a respeito dos cursos antes de se ingressar neles. Isto quer dizer que realmente TUDO pode acontecer. Você pode odiar o curso dos seus sonhos e pode amar aquele curso que era só quebra-galho. Infelizmente, a universidade é um pouco distante do mundo dos vestibulandos. Uma das consequências disto é que muitos dos estudantes escolhem seus cursos sem uma ideia muito clara da grade, das disciplinas, da carga horária e até da rotina de um profissional da área.

Mas calmaê, quem sou eu pra falar de universidade e escolha de curso superior? Verdade! Deixe eu me apresentar: meu nome é Rodrigo, tenho 28 anos e estou terminando o doutorado em Matemática na UFMG. Lá mesmo, me graduei como bacharel e obtive o título de mestre, também em Matemática. Se falo isso não é pra me exibir, não! É apenas pra dizer que já estive no seu lugar, mas também já estive na posição de professor de calouros, lecionando disciplinas do ciclo básico de vários cursos do ICeX. E pra adiantar que, apesar de oito anos dedicados ao ensino e estudo da matemática, esta não foi a minha primeira escolha. Passei um ano oscilando entre Design de Produtos e Sistemas de Informação. E quando decidi por Matemática, nem foi bacharelado! Passei pela licenciatura antes e só descobri o que faz um bacharel após um ano dentro da universidade.

Durante a minha experiência como aluno de cursinho, me impressionava com muita coisa que mais tarde descobri não ser verdade. Um monte de boatos reproduzidos por alunos que nunca estiveram na universidade. Cálculo não mata ninguém, estudar muito menos, e universidade não é só festa. Tem festas, e festas boas!, mas não é só festa. Entrei na universidade morrendo de medo e com a cabeça cheia de bobagens pra depois entender que não era nada daquilo e que ninguém comeria meu fígado lá.

Depois, como universitário, descobri que a universidade tem muito a oferecer se você deseja ser um bom aluno. Recebi bolsas, viajei bastante, assisti a palestras e aprendi muito durante a graduação. Não só matemática, aprendi também a ser uma pessoa melhor. Foi foda!

Como professor, vi gente de todo tipo. Mas o mais triste — e nisso você deve prestar atenção — é que vi muita gente que não gostava nem um pouco do curso que fazia. Alguns estavam lá porque o pai mandou, outros pela promessa — muitas vezes falsa — de ganhar bastante dinheiro. Conheci gente que escolheu o curso porque imaginava que pudesse ser legal e, chegando lá, odiou. O fato é que muitos deles não estavam felizes!

Claro, a universidade não é um mar de tristezas e decepções! Vi, e vejo, gente realizada e satisfeita por lá. Casos legais de gente que entrou em um curso porque era o que dava e no segundo período tinha decidido não sair mais. Encontrou o curso dos sonhos assim, experimentando! Vale lembrar também que existe certa mobilidade lá dentro. Sei de muitos exemplos nos quais a pessoa mudou de curso duas ou três vezes até finalmente se decidir. Não é feio se enganar quanto à sua escolha. O importante é ser sincero consigo mesmo. Se você não está feliz com o curso, mude, avalie as diversas opções, converse com professores, curse disciplinas. Uma vez lá, as coisas podem ficar mais claras. E acredite, estar satisfeito com a sua escolha profissional fará uma diferença incalculável na sua vida.

Por isso, tenha a mente aberta enquanto faz suas escolhas. Aceite a falta de conhecimento sobre o curso e não tome uma das decisões mais importantes da sua vida pensando só no prestígio ou no dinheiro. Viver é muito mais que fazer dinheiro.

Claro, tudo isso é uma opinião minha. Mas o que ninguém neste mundo poderá discordar é que tudo pode acontecer e tudo pode dar certo! Boa sorte!

Links úteis:

1. Consulte o resultado no site do Inep. Basta usar seu número de inscrição e senha. Nesta segunda feira (11/01) você já poderá se inscrever no Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Rodrigo Ribeiro

Rodrigo Ribeiro

Doutor em matemática pela UFMG, mas gosta de uma porção de outras coisas: linguagens de programação, ciência, literatura, poesia, aquarela e se imaginar em mundos distantes. Tem compulsão por comprar livros e realizou o sonho da máquina de café expresso própria graças à namorada. Ficou conhecido mundialmente como o primeiro matemático a marcar 150 pontos em uma única partida de peteca. Nas horas vagas estuda probabilidade e é professor.

%d blogueiros gostam disto: