Pelos esgotos de Paris

Quando pensei em ir com minha família a Paris, já tinha todo aquele ideal de lugar para visitar, o que fazer, os pontos turísticos que todo mundo conhece. Afinal, Paris é isso: torre, luxo, glamour, bonjour. Compramos o Museum Pass, um passe que nos permite entrar em várias atrações sem enfrentar filas. Se sua intenção é conhecer o máximo possível em pouco tempo e se está disposto a gastar um pouco, vale muito a pena! Claro, lá fomos nós, andando como se não houvesse amanhã, visitando todos os museus, bairros e ruas famosas. Mas uma atração em particular me chamou a atenção: os esgotos de Paris.

Não havia fila quando chegamos. Logo após, uma excursão encheu o lugar. Para a nossa surpresa, os visitantes eram idosos de um lar de repouso e estavam ali em suas cadeiras de rodas, máscaras de oxigênio e bengalas para conhecer os “famosos” esgotos. Nós éramos os únicos ali naquela hora, não cheguei a ver nenhum rato! Estas galerias fazem parte do Museu de Esgotos de Paris, tudo muito seguro e bem sinalizado.

110

É possível caminhar dentro dos antigos dutos e ir conhecendo a história da sua construção e utilização, que datam do século XIV. Também se pode caminhar em cima de um fluxo de esgoto ainda em funcionamento, desde que o faça com o nariz tampado!

IMG_3299

Estes esgotos já foram personagens de vários livros e filmes franceses. Jean Valjean, de Victor Hugo, talvez seja o mais célebre a ter pisado nestas galerias. Uma cena do filme Beijos Roubados, de François Truffaut, também nos mostra esta incrível rede subterrânea. Passear por estes túneis, conhecer uma história tão antiga e tamanha eficiência em questão de saneamento talvez tenha me fascinado mais do caminhar ao longo do Sena!

os-miseráveis-valjean-no-esgoto

Veja mais nesta reportagem da TvCOM:

 

Marina Muniz

Marina Muniz

Formada em Matemática, mestre em Estatística e professora no ensino superior, trabalha o ano todo para juntar dinheiro para as suas viagens! Gosta de fazer intercâmbios, aprender outras línguas, experimentar comidas diferentes e conhecer pessoas de outros cantos do mundo. Também gosta de cachoeiras, trekkings, cinema, livros e música brasileira.

3 comentários em “Pelos esgotos de Paris

  • 1 de dezembro de 2015 a 12:55
    Permalink

    Boa tarde, Marina. Você saberia me dizer quanto é pra entrar sem esse passe que você citou?

    Responder
    • Marina Muniz
      1 de dezembro de 2015 a 22:20
      Permalink

      Quando eu fui, em julho de 2014, estava por volta de 4 euros. É bem barato e perto de tudo, dá pra dar uma passadinha lá depois de visitar a torre!

      Responder
  • 27 de janeiro de 2016 a 22:50
    Permalink

    Eu nunca fui a Paris mas iria ãs galerias do esgoto com ctz! Lendo seu relato lembrei de um lugar que fiquei encantada quando vi no programa Lugar Incomum: uma casa especializada em mostarda… as cores, os tipos, a harmonização… eh super francês e não se resume à Dijon! Mas eu não sei o nome do lugar.

    Responder
%d blogueiros gostam disto: